10 dicas para estimular a vida sexual do casal

Cansaço, estresse, falta de comunicação, tédio e outros fatores semelhantes às vezes tornam a vida sexual do casal um ato rotineiro e monótono, no qual o sexo é realizado com cada vez menos frequência e é insatisfatório. . No entanto, uma vida sexual saudável e gratificante é parte fundamental da estabilidade do relacionamento.

O que fazer para estimular a atividade sexual e torná-la satisfatória e agradável? Há uma série de recomendações que todos os especialistas propõem para alcançar esse objetivo:

  • Comunicação: boa comunicação também inclui atividade sexual. É importante falar sobre sexo e durante o sexo. Ambos os membros do casal devem saber do que o outro gosta, quais são suas zonas mais erógenas, o que os faz sentir mais prazer, quais são as limitações de cada um ou para o que não estão preparados, etc. A comunicação não apenas dá confiança e evita colocar barreiras onde elas não existem necessariamente, mas também melhora momentos de intimidade. Também ajuda a superar tabus ou limites que surgiram da falta de experiência.
  • Mantenha uma atitude ativa: existem pessoas que mantêm uma atitude de passividade e esperam que o casal tome a iniciativa. Os dois precisam ser ativos, até competindo para ver quem surpreende quem. Obviamente, respeitando o fato de que ocasionalmente o outro não se sente em posição de continuar o jogo, sem dar lugar à frustração. A comunicação também é para isso.
  • Imaginação: a rotina é o pior inimigo da vida sexual de um casal, pois leva ao tédio, à insatisfação e a ter cada vez menos relações sexuais. Mudar de lugar para fazer sexo, mudar de posição, provocar um parceiro, explorar novas experiências … tudo contribui para fazer sexo com mais regularidade e obter maior satisfação.
  • Espontaneidade: esperar para dormir à noite e estar na cama não é a melhor coisa para manter uma boa vida sexual , porque não apenas reduz a espontaneidade, mas é afetada pelo cansaço acumulado durante o dia. Muitas vezes você não sente vontade e outras vezes pratica sexo com pouco esforço e com o desejo de terminar logo para poder descansar. A provocação faz parte da espontaneidade, como procurar a diversidade de momentos em que se faz amor, reviver os primeiros encontros ou qualquer outra iniciativa que gere tensão sexual.
  • Encontre tempo para a intimidade: a qualquer hora do dia é bom para desfrutar do sexo. O importante é fazer todo o possível para encontrar momentos de intimidade: acordar, no chuveiro, durante a soneca das crianças, promovendo uma fuga das obrigações respectivas, depois de um passeio com os amigos, organizando uma viagem de fim de semana sozinha ou colocar filhos com avós … Querer é poder.
  • Romantismo: o romantismo não só não está fora de moda, mas é um dos melhores estímulos para uma vida sexual completa, na qual a relação deixa de ser um ato físico quando completada com a expressão de emoções e sentimentos, o que a torna tornará ainda mais agradável.
  • Tempo adequado para as preliminares: Geralmente, a mulher leva mais tempo para ficar excitada e pronta para a relação sexual. É necessário dedicar o tempo necessário aos jogos antes da relação sexual, pois em muitas ocasiões o orgasmo não é atingido porque o estado de excitação não é adequado. Carícias, beijos, sexo oral ou o uso de brinquedos ajudam a atingir esse objetivo.
  • Ejaculação precoce? Alguns homens ejaculam muito cedo, às vezes devido à ansiedade gerada pela expectativa de fazer sexo quando leva tempo sem fazê-lo, outros porque não sabem que existem técnicas para controlar a ejaculação, mas também devido à existência de problemas específicos. Se o problema persistir, pode ser necessário procurar o aconselhamento de um especialista.
  • Descanso e exercício físico: cansaço e estresse são causas frequentes da perda do desejo sexual, portanto é importante dormir bem e descansar adequadamente para desfrutar de uma boa vida sexual . Além disso, o exercício físico facilita o relaxamento e promove o desejo sexual. Fazer isso juntos pode ser ainda melhor.
  • Uma boa dieta: uma dieta equilibrada é sempre importante para manter a boa saúde, mas também para a função sexual. Hipercolesterolemia, pressão alta ou diabetes podem causar problemas de ereção nos homens e perda de apetite sexual em ambos os parceiros. Seguir uma dieta saudável e praticar exercícios físicos regularmente (pelo menos meia hora por dia) é a melhor maneira de evitá-la.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *