Bem dotado até demais


Bem dotado até demais

Olá Lasciva, acompanho seu blog há algum tempo, me divirto com seus relatos e adoro as dicas.

Essa é a razão do meu email. Namoro um rapaz há alguns meses. Nossa relação é muito boa, as transas vão desde o amorzinho gostoso até o hard. Mas tem um problema. Independente da intensidade, sempre acabo com um machucadinho no finzinho da b***** porque o pau dele é muito grande. Na hora, nem sinto por causa do tesão. Só que depois incomoda um pouco. Queria saber se existe um meio de evitar isso. Ouvi falar de uns cremes e coisas desse tipo, mas nada ao certo. Já disseram também que só com o tempo é que vai “acostumando” com o tamanho. O que você me sugere?

H.

 

 

Hey H.,

Super entendo sua crise. Já passei muito por isso. Tive um namorado que, depois da nossa primeira transa, sangrei por dois dias!! Por isso também, tenho preferência por paus médios. Tenho impressão que minha pussy não é tão profunda, então o pau M encaixa direitinho. É importante que a cavidade da garota seja proporcional ao comprimento do pau. Tem um artigo meu que vai mais a fundo a respeito dessa questão de tamanhos.

Porém, se o pau do seu gato é GG, não tem muito o que fazer. Realmente, acostuma com o tempo. Mesmo assim, recomendo que converse com ele, explique que te machuca e peça-o para pegar leve. Faça algum gesto para alertá-lo na hora, sempre que doer, de forma que ele saiba que não dá para empolgar demais. Fatalmente, quando o rapaz estiver perto de gozar, vai querer meter forte. De qualquer jeito, se o cara tiver consciência de que pode te ferir, deve ter mais cuidado.

Evite as posições que você percebe que vai mais fundo (como de quatro). Priorize encaixes em que você possa controlar a profundidade e o ritmo da penetração. Quando estiver no papai e mamãe, ponha um travesseiro sob o quadril, que fica mais confortável. Sobre anestésicos, ouvi falar de um para o sexo anal que deve funcionar. O nome é Deep Easy. Nunca experimentei, até tenho um certo receio de machucar demais com essa brincadeira. Não deixe de fazer exames periódicos na ginecologista, pois ferida no colo de útero pode até gerar um câncer.

Boa sorte!
E depois me conta TUDO.
bjoxxx,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *