Compromisso a três. E aí?


Compromisso a três. E aí?

Lasciva querida.

Parabéns pelo blog. Também tenho um e sei que elogio nunca é demais. Ajuda a ter vontade de escrever mais… =)

Vem cá… Tenho pensado em uma possibilidade há algum tempo, para que eu consiga manter um relacionamento estável. Sou, verdadeiramente, um cara que não consegue ficar quieto – se é que você me entende. Namorei algumas vezes e, em todas elas, ser fiel foi extremamente custoso. Difícil mesmo. Alguns compromissos eu consegui honrar. Outros, nem tanto.

O fato é que, muitas vezes, não consigo me controlar. Solteiro, gasto quase toda a minha energia com o sexo oposto – desde a conquista, os programas, as noites… Seja no trabalho, na festa, no ônibus, no metrô, no trabalho. Já fiquei com mulheres em muitas situações inusitadas. Enfim, a energia que me resta, uso no trabalho. Tenho certa facilidade em ficar com as mulheres que quero. Isso é ótimo por um lado. Mas por outro, com essa facilidade, fica extremamente difícil levar um relacionamento sério na boa, sem trair.

Expliquei isso pra chegar no ponto em que gostaria de saber a sua opinião. Tenho me convencido de que só conseguirei levar um namoro e, quem sabe, um casamento, se for um relacionamento com duas garotas. Mas um relacionamento sério. Inclusive, até acho que arrumaria umas doidas por aí que topariam. Mas a pergunta é: será que dá certo? Será que dura? Sou adepto da ideia de que os melhores relacionamentos são aqueles que acontecem naturalmente. Então, partindo desse pressuposto, o meu projeto de bigamia fica mais difícil, né?

E aí? O que você acha? Será que levo esse projeto adiante ou insisto em procrastinar eternamente? Sei que é difícil envolver bigamia e sentimentos, sem ninguém ficar machucado. Mas ainda tenho uma ponta de esperança, hehe.

Beijos e obrigado,
Guto

PS: Acredita que a minha última peguete (uma potencial namorada) deu piti porque eu leio o seu blog e dei uns replys pra você no twitter? Eu mereço?

 

 

Oi Guto!

Adorei sua constatação de que bigamia é a única solução para a sua felicidade, rapaz! Sou solidária. Eu também sempre sonhei com uma linda relação a três, em que há duas opções disponíveis para nos reconfortar em momento de carência. Mais sexo disponível, maior superfície tátil para explorar, na cama. Teoricamente, parece perfeito: amor em dobro. Vamos analisar na prática.

É preciso uma sinergia de sentimentos harmônicos entre os três, para isso funcionar. As duas garotas devem se dar bem, se curtir, se gostar. Você não pode privilegiar nenhuma delas – as gatas precisam se sentir igualmente amadas. A questão de quanto essa relação vai durar dependerá do quanto vocês todos se sentirem confortáveis com a situação e virem vantagem em manter. Já conheci trios que pareciam bem legais, mas eram um casais que mantinham uma peguete – com quem saíam para a bagunça. O bacana do modo de vida deles é que a curtição do sexo parecia estar presente em quase todos os contextos da sua diversão. Mas a vida não é só sexo, não é mesmo?

Envolver sentimentos sem ninguém se machucar é difícil de qualquer jeito. Mas tome cuidado com quem você vai envolver nesse tipo de relacionamento. Algumas pessoas gostam de intriga e o dobro de sentimentos significa também o dobro de problemas amorosos. Fato. De qualquer forma, torço para que as suas duas pretês se amarrarem na ideia e que se amem muito juntas!

Sobre a sua dificuldade de se dedicar exclusivamente a alguém, não sofra. Muita gente passa pelo mesmo dilema. Nem todos nasceram para a monogamia. Exclusividade não é fundamental em uma relação amorosa. Não é isso que torna um compromisso honrado – a honestidade, sim. A melhor saída para não cair na mentira e ter que enganar sua garota é buscar se envolver com pessoas de mente mais aberta, que entendem o que é poliamor e aceitam relações liberais. Acredite, essas pessoas existem aos montes por aí.

Boa sorte!
**beijos**

PS: Acredito sim na neura infundada da sua peguete. Aparentemente, isso acontece demais. Eu mereço?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *