Sexo no YouPix


Sexo no YouPix

Nesta semana, aconteceu na Bienal de São Paulo o Festival YouPix de cultura digital. Um evento tão democrático quanto a rede mundial de computadores, com diversas atividades acontecendo ao mesmo tempo e onde quem produz conteúdo na internet pode transpor o ambiente virtual e debater os assuntos discutidos na rede em um espaço físico.

Obviamente, fiquei interessada em conferir o resultado do painel Sexo na Internet: Explícito ou 2.0?, que rolou no segundo dia do YouPix, e reuniu no palco 2 Girls 1 Hub as blogueiras Amanda Arm, Carol Dedo de Moça, Carol Tchulim Tchulim, Princesa Fada e Caio de Moura – responsável pela personagem fake Alicia Delícia -, que revelou sua verdadeira identidade durante a palestra.


Legal ver que meninas tão jovens estão mesmo engajadas na produção de conteúdo sobre sexo e dispostas a dar a cara a tapa – tanto no espaço virtual como fora dele, na vida real. Triste foi perceber que elas não pararam de se justificar. O foco do debate acabou sendo o preconceito que enfrentam na família, ofensas que recebem do público ou por que se esconder por detrás de um fake para se soltar (Caio explica que não queria que o vissem como um punheteiro tarado e assumir um personagem feminino tornaria seu conteúdo mais leve).

Entendo. Eu mesma, volta e meia, vejo-me novamente tendo que justificar meus motivos e objetivos aqui no blog ou no Twitter. Questionamentos do público não param de chegar. Parece que a maioria das pessoas é muito pudica e tem dificuldade de assimilar certos assuntos que lidam com a intimidade. Ainda mais quando se é mulher – já que a sexualidade feminina é tradicionalmente tão reprimida. Ao tratar da liberdade sexual, as palestrantes inicialmente abordaram a forma como são continuamente julgadas por seu trabalho ou por sua exposição. Tirando o rapaz, todas já posaram seminuas em ensaios divulgados online. E sofreram represálias por conta disso.

Transparência

As garotas se abriram para perguntas do público e a discussão rendeu. Não havia assunto tabu para elas. Falaram de como lidam com seus relacionamentos. Todos que estavam no palco namoram. E, mesmo sabendo dos riscos da exposição a que se submetem, os namorados apoiam suas atividades na internet. Mais uma prova de que não é todo o homem que procura uma companheira santinha. A própria Carol Tchulim disse que já foi chamada de “cara-de-pau profissional” e que, mesmo assim, nunca lhe faltaram propostas de emprego. Pelo contrário – mostraram que conquistaram influência na web falando e escrevendo sobre sexo sem censuras e que isso rendeu a elas oportunidades profissionais na área de Social Media.

As debatedoras mostraram que ainda é preciso ser bem corajosa para lidar publicamente com assuntos relacionados à sexualidade. No meu blog, dá para perceber em certos comentários a ignorância e a grosseria com que parte do público recebe algumas de minhas ideias. Às vezes, simplesmente por assumir que vivi relacionamentos abertos, alguns parecem se sentir insultados. Sexo é, ainda, um assunto que choca e ofende. Ainda mais quando discutido por uma garota.

Espero, ainda, ver o dia em que garotas possam falar de sexo tão tranquilamente quando falam de moda e maquiagem. Sem necessidade de justificativas ou explicações exaustivas.

Confira o debate completo no YouPix:

Post-it War

Minha participação especial neste YouPix foi junto aos lindos do Post-it War. O coletivo de designers e artistas decorou o evento com enormes imagens de memes, produzidas com post-its coloridos colados na parede. O público do evento participou em peso e lotaram as paredes da Bienal com mensagens e formas divertidas, feitas de post-it. Empolguei com a brincadeira e produzi minha bonequinha, quase que em tamanho real. A galera do Post-it War me convidou para produzir uma intervenção urbana com post-its. Em breve, iremos criar alguma mega produção de post-its e registraremos todo o trabalho em vídeo.


E você? Acompanhou o YouPix? Do que mais gostou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *