Mr. Bunny e eu – um caso de amor

Sempre quis ter um rabbit. Desde que vi o sex toy ser tratado como milagroso e até apaixonante no seriado Sex and the City, fiquei em cócegas, de tanta curiosidade.

Sex and the City – The Turtle and the Hare from Jonathan on Vimeo.

Na primeira oportunidade que tive de ir a uma sex shop, pedi para ver, tocar, entender. O vibrador combina penetração e estimulação do clitóris – tudo ao mesmo tempo. E você pode controlar a velocidade e a intensidade de ambos. Não à toa, é o favorito entre as mulheres. Fiquei fascinada.

Por isso mesmo não é barato. Não pude adquirir de imediato. Restou imaginar o quanto aquele brinquedo seria capaz de me divertir. E projetar mentalmente qual seria o efeito da ação dele em meu corpo. No dia em que a marca PicoBong me ofereceu de testar algum dos novos produtos deles, não pensei duas vezes. Queria o seu modelo de vibrador rabbit. A mera perspectiva de finalmente o poder experimentar, me deixou excitada.

Quando recebi a caixinha rosa pink, nem acreditei. Além de ser da minha cor predileta, tem a forma uma escultura pós-moderna – de tão estiloso que é o seu design. Todo revestido em uma deliciosa textura em soft touch. Parece feito para mim.

Nesse mesmo dia, enquanto converso via Skype com um casinho que mora em outro estado, resolvo pedir uma força naquela tarefa.
- Olha, ganhei um brinquedo novo, quer me ajudar a testar? – meus olhos brilham, ao abrir a caixa diante da câmera.
- O que é isso?
- É um rabbit – respondo, em um sussurro.

Aos poucos, vou descendo com ele rente ao meu corpo, até colocá-lo entre as minhas pernas. Encaixo cada extremidade nos meus pontos de maior prazer, programo a velocidade e pronto. É ultra silencioso. Não preciso de mais nada além de me insinuar, me arranhar, me morder. E gemer. Surpreendente.

No início, escapole algumas vezes. Mas então meus músculos se tensionam e o agarram de jeito. Ele fica lá dentro, bem preso. Parece saber exatamente o que fazer com meu corpo. O orgasmo que vem a seguir é sensacional.


Apelidei-o de Mr. Bunny. Corro para ele sempre que estou sozinha e sinto meu corpo esquentar. Nunca falha. Estamos vivendo um lindo caso de amor.

Alguns amigos me pediram indicação do que dar às namoradas. Super recomendo esse modelo lindo da PicoBong. É novidade no Brasil e está chegando ao preço sugerido de R$ 356,00. Garanto que vale o investimento. Será um companheiro fiel com quem a gata vai poder se divertir na sua ausência. E ela ainda vai se lembrar de você.

Ah, você acha arriscado ver sua garota enroscada em um produto que lhe dá prazer? Seja mais autoconfiante, rapaz. Homens de verdade não se intimidam com a concorrência de brinquedos vibratórios. É claro que a dramatização do seriado Sex and the City é apenas um piada. Pode servir de alerta para caras preguiçosos. Mesmo assim, um toy não é capaz de ameaçar um marmanjo. Vibrador nenhum substitui braços fortes de pegada bruta, hálito quente, a sensação da barba roçando na pele.


De qualquer forma, é uma deliciosa distração para momentos sozinha. Mr. Bunny é aquele parceiro para os momentos de maior necessidade.

 

*Dica: Para seu vibrador durar mais, lave-o logo após o uso e guarde sem as pilhas dentro dele. Mantenha longe do alcance das crianças.

 


Fotos: André Carvalho

26 Comentários. Polemize.

Deixe uma resposta